TeansSurdos Desportivo Educacional

O SOM DO CORAÇÃO - PROJETO - Anderson Luchese (1)

Nome da Entidade/Pessoa Proponente

Associação de Surdos de Chapecó

CNPJ/CPF do Proponente

80631625000190

Segmento

Esporte

Área

Esporte

Data Inicio Projeto

30/07/2021

Data Final Projeto

14/07/2022

Município

Chapecó/SC

Responsável pelo Projeto

Anderson Luchese

PRONAC

2100447

Lei de Incentivo correspondente ao projeto

Esporte

Valor da Proposta

R$ 494.197,18

Valor Captado

R$ 0,00

Percentual Captado

0.00

Site do Proponente/Projeto

Facebook: AscSurdosChapecó – Inatagran: Aaschapeco

Descritivo sobre a Entidade proponente do projeto / Descritivo currículo pessoa proponente

A Associação de Surdos de Chapecó – ASC, entidade sem fins lucrativos, fundada em 1987 com 32 sócios fundadores atendendo hoje aproximadamente 100 pessoas de forma direta, como usuários dos serviços oferecidos. Há 34 anos contribui em caráter sociocultural, que visa desenvolver a cidadania com intuito promover a aprendizagem da língua de sinais tanto para os usuários, quanto familiares, buscando a integração dos indivíduos surdos no lazer, no mundo de trabalho e na sociedade em geral. Nossa história é marcada por muita luta, principalmente no sentido de dar maior visibilidade social para as pessoas surdas. Muitos esforços foram feitos em busca de sociabilizar indivíduos que, em função da deficiência auditiva/surdez, se mantinham escondidos ou isolados da sociedade. A principal vocação da ASC é a superação da segregação em conjunturas como: o processo de escolarização; de profissionalização e inserção no mercado de trabalho e aprendizado da Língua Brasileira de Sinais – Libras e a Língua Portuguesa como segunda língua. Porém o que mais ficou destacado até então, foram as participações nos jogos desportivos, e nos últimos anos a participação nos PARAJASC.

Etapas do Projeto

1º) Definição do público alvo: A seleção tem como ponto de partida os alunos das escolas públicas e privadas, identificados a partir do contato com outros Centros de Referência de Assistência Social e da Secretaria de Saúde do Município de Chapecó a fim de mapear o máximo de crianças com deficiência auditiva, surdas e/ou com implante coclear.   2º) Critério de seleção: Acontece a partir do contato com as crianças e adolescentes (meninos e meninas) de 5 a 17 anos mapeados na primeira etapa. Estes passarão por uma entrevista na Associação de Surdos que já conta com profissionais qualificados e avaliação física e auditiva com exame de Audiometria. Os exames serão realizados nas unidades de saúde do município de Chapecó. Destaca-se que o pré-requisito para participação no projeto se estende para alunos matriculados em instituições de ensino públicas ou privadas. O projeto tem como prioridade os alunos que já participam das atividades vinculadas a Associação dos Surdos de Chapecó. E será considerada a ordem cronológica de inscrição de novos alunos mapeados e contactados até o preenchimento de todas as vagas disponíveis no projeto. Sendo que, sessenta por cento, no mínimo das vagas ofertadas serão destinadas a alunos matriculados na rede pública de ensino.   3º) Explanação: Ocorre a apresentação por parte dos professores em sala de aula das modalidades pré-desportivas disponíveis na Associação de Surdos de Chapecó (Atletismo, Bocha, Natação, Futsal, Tênis de Mesa e Xadrez), bem como a divisão em grupos de acordo com a idade das crianças e adolescentes selecionados. Grupo 1 – Crianças (05 a 12 anos) e Grupo 2 – Adolescentes (13 a 17 anos). Ressalta-se que cada aluno pode participar em mais de uma modalidade pré-desportiva.   4º) Atividade pré-desportiva: Desenvolve-se a partir de atividades pré-desportivas que reforcem a assimilação de cada modalidade (Atletismo, Bocha, Natação, Futsal, Tênis de Mesa e Xadrez). Essa iniciativa objetiva apresentar ao aluno, seus colegas, professores e a modalidade pré-desportiva em sala de aula. Tudo isso, para que ele tenha o primeiro contato para fins de avaliação e adaptação a modalidade escolhida. Destaca-se que para a implantação do projeto será necessária a contratação de 03 professores. Sendo, 02 com a classificação Professor 1 para as modalidades de Futsal e Xadrez e 01 Professor 2 para o acompanhamento das demais modalidades (Atletismo, Bocha, Tênis de Mesa e Natação).   5º) Práticas pré-desportivas: Após o período de assimilação, tem-se a apresentação da grade de horários para cada modalidade, divulgação do local de realização das práticas pré-desportivas, entrega dos uniformes e materiais correspondentes a modalidade escolhida.

Objetivos do Projeto

Oportunizar práticas de desporto de educação de qualidade para a construção da integridade física e mental, nas modalidades masculina e feminina de Atletismo, Bocha, Natação, Futsal, Tênis de Mesa e Xadrez a crianças e adolescentes com deficiência auditiva comprovada através de audiometria do município de Chapecó-SC.

Justificativa do Projeto

A deficiência auditiva afeta um em cada 1.000 indivíduos da população mundial, sendo entre os brasileiros a segunda maior deficiência comprovada a nível nacional. (LANDIM, 2000 apud CAMPOS et al., 2003). O portador de surdez tem as mesmas possibilidades de desenvolvimento de uma pessoa ouvinte, uma vez que precisa somente ter suprida suas necessidades especiais. (RINALDI, 1998 apud CAMPOS et al., 2003). No contexto atual, a acessibilidade e a inclusão têm sido temas de discussões recorrentes e iniciativas que lutam para que leis que proporcionem melhor qualidade de vida à pessoas com deficiência sejam aprovadas e colocadas em prática. Uma das maneiras de inserir deficientes na sociedade e fazer com que os preconceitos diminuam é por meio do esporte e lazer. As iniciativas tem avançado no que diz respeito a acessibilidade nas últimas décadas, a inclusão está cada vez maior, seja no mercado de trabalho ou na prática de atividades físicas. Anteriormente, o deficiente deveria se adequar ao que a sociedade oferecia. Hoje, vemos que essa perspectiva tem se alterado, uma vez que ações estão sendo tomadas na direção contrária. Atualmente o município de Chapecó-SC tem desenvolvido políticas públicas voltadas a acessibilidade, mas tem deixado de lado a inclusão por parte dos deficientes auditivos no âmbito do esporte. Percebe-se na cidade a falta de políticas específicas voltadas aos deficientes tanto no âmbito público como privado. Este cenário aliado a ociosidade das crianças e adolescentes promove um ambiente de desfavorável a inclusão social, a qualidade de vida e bem-estar. O projeto pretende promover uma intervenção direta na escolas públicas e privadas, bem como Centros de Referência de Assistência Social e da Secretaria de Saúde do município de Chapecó fazendo uso de práticas pré-desportivas como Atletismo, Bocha, Tênis de Mesa, Futsal, Natação e Xadrez no contra turno escolar. As ações esportivas e educativas realizadas serviram como instrumento para auxiliar na construção da cidadania e de uma vida saudável dos integrantes do projeto. Investir no projeto representa uma melhoria direta na qualidade de vida dessas crianças e adolescentes e consequentemente na de suas famílias. Quanto maior a abrangência do atendimento, menor o número de crianças e adolescentes em situação exclusão social. Acreditamos que através desse projeto, direcionado para deficientes auditivos, onde muitas crianças e jovens se encontram em situação de exclusão social, possam ter a oportunidade de criarem ambientes favoráveis para combater a exclusão e o preconceito. Tornando-os acessíveis, tendo como objetivo o desenvolvimento integral do indivíduo utilizando a formação desportiva como ferramenta. A entidade proponente é uma instituição sem fins lucrativos, se mantém através de doações, trabalho voluntário e parcerias importantes, porém, insuficiente para concretização de um projeto da magnitude deste que está sendo apresentado. Por essa razão torna-se imprescindível o apoio do governo federal via Lei de Incentivo ao Esporte.

Público Alvo do Projeto

Crianças com Deficiência Auditiva de 6 a 11 anos Adolescentes com Deficiência Auditiva de 12 a 18 anos
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

49 3321 2800 | secretariaexecutiva@acichapeco.com.br

Av. Getúlio Vargas, 1.748 N, Chapecó/SC – 89805-000