Prática de Atletismo

imagem portal socil

Nome da Entidade/Pessoa Proponente

Fundação Universitária do Desenvolvimento do Oeste – Fundeste

CNPJ/CPF do Proponente

82.804.642/0001-08

Segmento

Desporto Educacional

Área

Esporte

Data Inicio Projeto

01/01/2020

Data Final Projeto

31/12/2020

Município

Chapecó – SC

Responsável pelo Projeto

Felipe Corbelini

PRONAC

1814470-53

Lei de Incentivo correspondente ao projeto

Incentivo ao Esporte

Valor da Proposta

R$ 248.582,45

Valor Captado

R$ 10.000,00

Percentual Captado

4.02

Site do Proponente/Projeto

http://fundeste.org.br/

Descritivo sobre a Entidade proponente do projeto / Descritivo currículo pessoa proponente

Criada oficialmente em 4 de julho de 1970, como instituição pública de direito privado e com gestão comunitária, a Fundação Universitária do Desenvolvimento do Oeste – Fundeste foi instituída por lei municipal assinada pelo então prefeito João Destri. Em assembléia geral, estiveram presentes autoridades e lideranças de 36 municípios, numa iniciativa coordenada pelo então secretário dos Negócios do Oeste, Plínio Arlindo de Nes, e com a participação ativa do bispo diocesano da época, dom José Gomes, que foram os primeiros presidente e vice da Fundeste, respectivamente.A cada ano que se soma à história da Fundação Universitária do Desenvolvimento do Oeste (Fundeste), a região é surpreendida com os avanços alcançados por conta da atuação das mantidas Unochapecó, Farmácia-Escola e Instituto Goio-En.Desde o princípio, lá na década de 1970, a Fundeste traz inovação para o oeste catarinense e regiões próximas. Primeiro com a oferta de cursos de graduação e depois – e sempre – sendo a primeira a ofertar especializações, cursos de mestrado e doutorado, a incentivar a pesquisa, a realizar projetos de extensão que beneficiam diretamente a comunidade, a não medir esforços para se tornar uma instituição comunitária e buscar recursos que favoreçam o desenvolvimento regional no âmbito da educação, da cultura, da economia e, principalmente, nas ações sociais.Assim, tudo que vem sendo realizado nesses 50 anos de existência faz jus ao empenho daquele grupo que vislumbrou o desenvolvimento do interior do estado a partir do ensino superior e que acreditou, mesmo com os fatos jogando contra, que daria certo e que no futuro essa iniciativa seria motivo de muito orgulho. Mantidas:A Fundeste foi criada com a missão de promover o desenvolvimento regional nas mais diversas áreas, capacitando pessoas para conciliar o trabalho científico com as demandas do mercado. Essa missão é cumprida pelas mantidas Farmácia Escola, Instituto Goio-En e Unochapecó, que por meio de ações de ensino, pesquisa e extensão fomentam avanços na economia, na cultura, na área ambiental e na promoção do bem-estar social em todo o oeste catarinense. Unochapecó A Unochapecó é uma das principais universidades de Santa Catarina. Comprometida com o desenvolvimento do oeste catarinense, atua na formação de profissionais qualificados, na educação continuada, na produção e disseminação de novos conhecimentos, dedicando-se a ações comunitárias voltadas ao crescimento econômico e ao desenvolvimento social, ambiental e cultural.Seus cursos de graduação, especialização, mestrado e doutorado, suas ações nas áreas de pesquisa e extensão, bem como sua estrutura física e seu capital intelectual, fazem da Unochapecó uma referência nacional em pesquisa e inovação científica e tecnológica. Farmácia Escola Unochapecó A Farmácia Escola Unochapecó foi criada em 2003 como campo de estágio para Estudantes do curso de Farmácia, visando qualificar a formação profissional ao aproximar os alunos da realidade do mercado, capacitando-os para atuar nas áreas comercial e magistral. Nas atividades de estágio realizadas na Farmácia Escola, os estudantes associam teoria e prática desde o atendimento aos clientes e dispensação de medicamentos, até a Manipulação de fórmulas cosméticas e medicinais. Por ser um ambiente de ensino, a Farmácia Escola Unochapecó é referência em qualidade, tanto dos produtos que manipula quanto do atendimento oferecido. Instituto Goio-En O Instituto Goio-En é uma organização de estudos, pesquisa, desenvolvimento e serviços que atua em dois eixos principais – Estudo dos Peixes e Educação Ambiental. No primeiro, desenvolve pesquisas relacionadas aos peixes da bacia hidrográfica do rio Uruguai, com destaque para o Projeto Piraqué, primeira estação de piscicultura com banco genético vivo de todas as espécies migratórias do rio Uruguai. No segundo, promove atividades de sensibilização sobre a importância de resgatar e preservar as riquezas naturais, adotando práticas responsáveis e sustentáveis em relação ao meio ambiente. Qualidade Institucional Quando falamos que a Unochapecó é referência em ensino superior, não é à toa. Em 2019, a instituição obteve o conceito máximo junto ao Ministério da Educação (MEC). Em uma escala que varia de 1 a 5, a nota demonstra a qualidade do ensino ofertado e a excelente estrutura da Unochapecó disponibilizada aos estudantes. Dos 19 cursos avaliados, 13 obtiveram conceito 5 e seis alcançaram nota 4.Mas, para chegar a esse nível, foi percorrido um longo caminho, a obtenção do conceito máximo, é resultado de um trabalho coletivo e representa o comprometimento da gestão, dos docentes, técnicos administrativos e estudantes, que acreditam no potencial de cada curso. Além disso, a nota máxima é a prova de que a Unochapecó tem inovado nos processos de ensino e aprendizagem, buscando a qualidade acadêmica, e de que os cursos estão no direcionamento correto, formando profissionais capazes de buscar soluções técnicas e científicas para as demandas emergentes e que contribuem para a melhoria da qualidade de vida da população por meio dos projetos de extensão. Os excelentes resultados apontam que o caminho da Unochapecó é esse: seguir seu trabalho de forma comprometida, revolucionando a partir do conhecimento.

Etapas do Projeto

FASE I: ORGANIZAÇÃO INTERNA Listagem dos professores e carga horária para cada atividade Elaboração de agenda / programação de práticas do atletismo Sensibilização da comunidade interna Evento de inauguração Organização de evento de boas vindas aos estudantes e praticantes da modalidade FASE II: CONVITE E SELEÇÃO DAS ESCOLAS Elaboração de um convite institucional à Secretaria Municipal de Educação de Chapecó e à Gerência Regional de Educação para participação das escolas nas atividades de prática do atletismo Agendamento de visitas nas escolas do bairro Efapi Seleção dos interessados e atividades a serem desenvolvidas Realizar e avaliar as ações propostas Registrar as ações realizadas e coletar assinaturas dos participantes FASE III: ATIVIDADES DE ENSINO NA EDUCAÇÃO FÍSICA Articulação de atividades de aprendizagem com diferentes disciplinas do curso de Educação Física na modalidade do Atletismo Organização dos estágios curriculares Elaboração de cronograma de aulas Planos de Ensino Registro de todas as atividades realizadas FASE IV: AÇÕES DE EXTENSÃO Articular ações com o Programa de Atenção e Cuidado à Criança e ao Adolescente Sorriso para a Vida, que tem como objeto a promoção da saúde com atores em situação de vulnerabilidade social; O Projeto Esporte Emancipação, que atua com crianças carentes do entorno da Unochapecó, com atividades esportivas; Projeto Academia Escola Unochapecó; Executar o cronograma de atividades propostas; Articular ações com os cursos da área da saúde da Unochapecó; Registro de todas as atividades realizadas. FASE V: PRATICANDO O ATLETISMO Elaboração de uma programação de práticas; Desenvolvimento das atividades nas diferentes categorias do atletismo: corridas, revezamentos, saltos, arremessos, lançamentos; Desenvolvimento das atividades de provas do atletismo: provas de campo e de pista; Realização de alongamentos, aquecimentos e circuitos; Feedback e interação com os praticantes; Coleta das assinaturas nas listas de presença. FASE VI FORMAÇÃO DOCENTE CONTINUADA Sensibilizar professores das redes estaduais e municipais de ensino para processo de educação permanente; Construir uma agenda de ações com a SME e GERED; Realizar e avaliar as ações propostas; Registro das ações realizadas e coletar assinaturas dos participantes; FASE VII ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS ESPORTIVOS ESCOLARES Sensibilizar a comunidade e instituições de ensino para a realização de eventos; Elaboração de agenda de eventos; Divulgar os eventos; Propor, executar e avaliar; Registro das ações realizadas e coletar assinaturas dos participantes. FASE VIII: PRESTAÇÃO DE CONTAS Criar fluxo de uso dos recursos; Acompanhar e controlar os gastos dos recursos captados; Registrar e organizar os documentos comprobatórios; Elaborar o relatório de prestação de contas do projeto, com comprovação do alcance de objetivos e metas propostos no projeto.

Objetivos do Projeto

Objetivo Geral: Incentivar o esporte e a prática de atividades corporais por meio da modalidade do atletismo nas suas diferentes categorias (corridas, revezamentos, saltos, arremessos, lançamentos) visando o desenvolvimento integral do indivíduo e sua formação para o exercício da cidadania, a prática do lazer, a melhoria da qualidade de vida desta população e a inclusão social. Objetivos Específicos: 1) Fomentar a aprendizagem técnico-pedagógica da modalidade de atletismo no processo de formação inicial em Educação Física articuladas à pesquisa e à extensão. 2) Promover atividades de integração e prática do atletismo para professores e estudantes da educação básica na região da Unochapecó. 3) Motivar ações extensionistas interprofissionais de melhoria da qualidade de vida, por meio de práticas corporais de lazer para crianças, adolescentes, adultos e idosos, preferencialmente, em situação de vulnerabilidade social. 4) Possibilitar o usofruto do espaço e do conhecimento interprofissional para vivência depráticas corporais de lazer da comunidade interna e externa (população). 5) Promover eventos esportivos educacionais no âmbito da educação básica do município e região, para difundir e alavancar a prática do atletismo na região;

Justificativa do Projeto

O Atletismo é conhecido como esporte-base porque sua prática corresponde a movimentos naturais do ser humano como o correr, o saltar, o lançar, entre outros, e que deu origem às Olimpíadas, a partir da referência que a primeira competição esportiva de que se tem notícia foi uma corrida durante os Jogos de 776 A.C., na cidade de Olímpia, Grécia. Além disso, configura-se como conteúdo da Educação Física escolar que precisa ser apreendido técnica e pedagogicamente, configurando-se como conhecimento a ser apropriado durante o processo de formação inicial em Educação Física; A prática de Atletismo em Chapecó não é algo recente, o município já possui história na modalidade ao se consagrar campeão feminino dos Jogos Abertos em Santa Catarina (JASC) na modalidade, nos anos de 1991 e 1992. Porém nas escolas de Educação Básica, sua prática é pouco difundida e mesmo sendo considerada a capital do oeste catarinense e tendo cerca de 200 mil habitantes, a cidade de Chapecó é carente de espaços esportivos e de lazer, sendo que no município existe apenas uma pista de atletismo. Somente no bairro Efapi onde a Fundeste / Unochapecó está inserida existem aproximadamente 50 mil habitantes, 6 escolas de educação básica (4 municipais e 2 estaduais), com cerca de 5.000 estudantes e a universidade possui em torno de 9.000 alunos e 1.000 funcionários (professores e técnicos) que poderão se beneficiar com a pista de atletismo. Neste sentido, e visando atender ao preconizado na Constituição Federal (1988) e no Estatuto da Criança e do Adolescente em relação ao seu direito à prática do esporte e do lazer, as atividades de atletismo cumprirão muito bem o papel de lugar e tempo do diálogo com a comunidade. Isso ocorrerá por intermédio de ações voltadas à promoção da saúde e qualidade de vida de uma parcela da população chapecoense menos favorecida economicamente e por intermédio de ações de ensino, pesquisa e extensão a serem implementadas por docentes e discentes dos cursos de Educação Física (Licenciatura e Bacharelado), Fisioterapia, Medicina, Enfermagem, Nutrição, entre outros. Neste contexto, o projeto Prática de Atletismo se justifica e torna-se instrumento de grande importância para o desenvolvimento e fortalecimento do esporte e do lazer à comunidade chapecoense, além de oferecer atividades físicas e de lazer para comunidade, com acompanhamento de vários profissionais da área de saúde, capaz de gerar a adoção de hábitos saudáveis e a inclusão social de crianças, jovens, adultos e idosos. O esporte é um dos principais caminhos para a inclusão social onde cumpre com sua responsabilidade de promover a cidadania, além de ser reconhecido globalmente por ser a principal ferramenta de formação de valores morais e éticos. Desta forma por acreditar que o esporte transforma, rompe fronteiras e supera dificuldades que o projeto busca aprovação na Lei nº 11.438/06

Público Alvo do Projeto

Professores e estudantes da educação básica e comunidade em geral da região de Chapecó.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

49 3321 2800 | acic@acichapeco.com.br

Av. Getúlio Vargas, 1.748 N, Chapecó/SC – 89805-000